Instagram

07 março 2019

Produtos preferidos de Fevereiro | 2019

 Já passaram uns dias desde que entrámos no mês de Março mas não podia deixar de partilhar com vocês os produtos que usei mais em Fevereiro e que me conquistaram.





Paleta New Nude da Huda Beauty

 Confesso que esta paleta não me chamou a atenção imediatamente após o lançamento. Achei que tinha cores simpáticas mas que não ia trazer diferença no meu Kit. 
 Depois de ver uma ao vivo e a cores mudei, imediatamente de opinião. Analisei e percebi que para maquilhar noivas é do melhor que há! Tem as cores suaves que gostam e os brilhos que dão o glam ao look. Assim não preciso andar com três ou quatro paletas atrás e as minhas costas agradecem. E as minhas Noivas também pois tem cores lindíssimas!
 Dá para perceber pela foto que as que uso mais são a Secret, a Tease e a Raw. Contudo também gosto bastante da Crave, da Daydream e da Fantasy. 


Pro Filt´r Instant Retouch Setting Powder de Fenty Beauty

 Não sou a maior fã da marca Fenty, assumo. No entanto, comprei dois produtos em Janeiro que me conquistaram (um deles vou falar mais para a frente) e um foi precisamente este pó solto na cor Butter. O meu querido e adorado pó da Laura Mercier está quase a terminar e quero poupá-lo ao máximo. Depois de ver bastantes reviews positivas decidi arriscar neste produto e não estou nada arrependida. Usei e abusei dele em Fevereiro, em maquilhagens mais elaboradas e no dia-a-dia. Não deixa a cara com aquele aspecto "empoeirado" e assemelha-se muito, na minha opinião ao da Laura Mercier que para mim continua a liderar a lista.

Iluminador da Flormar na cor 02 Midnight Star

 Ele piscou-me o olho ainda estava no expositor. É fantástico e tem uma óptima relação qualidade/preço. Basicamente tenho-o usado em quase todas as maquilhagens que fui partilhando no Instagram (@styleandliving.anna) em Fevereiro. É o meu tom preferido de iluminador, aquele tom champagne lindo que fica maravilhoso em pele clara. Tenho aqui um amigo para a vida, eu acho. 


Creme de Corpo Stretch Mark Minimizer

 Na gravidez todos os cuidados são poucos para prevenir estrias. Estava a usar um creme da ISDIN que gostou bastante mas que entretanto terminou e eu aproveitei para testar este que a Clarins gentilmente me enviou.
 Comparativamente ao da ISDIN não absorve tão rápido mas deixa a pele super confortável e isso é o ideal para quem está à espera de bebé. Deve ser aplicado em todas as zonas susceptíveis de aparecerem estrias: abdómen, fundo das costas, ancas, peito e braços! Sim, durante a gravidez podem aparecer estrias em várias partes do corpo devido à necessidade da pele esticar e se adaptar à nova fisionomia. Gosto mesmo muito deste produto!


Multi-Perfecting Concealer da Guerlain

 Estou sempre em busca de correctores de olheiras que sejam eficientes na sua cobertura mas que iluminem e não sejam pastosos. Não é tarefa fácil, adianto já.
 Já me tinham falado super bem do corrector Multi-Perfecting da Guerlain e decidi experimentar. Não deixa a pele seca, não craquela nem se acumula nas rídulas de expressão. Por isso, para mim este produto é simplesmente perfeito! 


Primer Hydratouch da NYX

 Felizmente a pele desidratada já melhorou mas houve uma altura em que nem a própria base agarrava na pele. Tive que tomar medidas extremas e fiquei muito contente por me recomendarem este óleo hidratante da NYX para aplicar antes da base. Esqueçam. Este é daqueles produtos que mudou a minha vida e a forma como olho para as bases de alta cobertura. A forma como a base assenta no rosto não tem nada a ver e o que mais me faz gostar dele é que hidrata e não é excessivamente oleoso. 
 Na minha opinião não faz com que a maquilhagem dure mais tempo mas em contrapartida ao hidratar a pele faz com que as bases matte não sequem. Para peles secas ou desidratadas é do melhor mesmo. 
SHARE:

01 março 2019

Como manter os pincéis de maquilhagem sempre novos

 Desde que bem tratados os pincéis de maquilhagem podem durar uma vida. É um dos temas que abordo nos meus workshops de auto-maquilhagem: não precisamos de muitos pincéis, precisamos de pincéis bons e de os tratar bem.

 Para prolongar a sua vida é preciso que os tratemos com delicadeza e que lhe apliquemos uma correcta manutenção. Digo com orgulho que os pincéis mais antigos do meu kit de pincéis de maquilhadora têm nada mais nada menos que uns 16/17 anos. Foram os primeiros pincéis de maquilhagem a sério que recebi, são da M.A.C., e duram até hoje sem necessidade de reforma.

 Para quem é profissional também é de extrema importância que os pincéis se apresentem sempre em boas condições de higiene, desinfectados e suaves. É muito importante que estejam fofos e não pareçam picos na cara da cliente.

 E como faço a manutenção dos meus pincéis?

 Vou então enumerar os passos que considero essenciais para que os pincéis se conservem como novos durante muitos e bons anos.



 1. Limpeza profunda

 É essencial que os pincéis sejam lavados com frequência! Em primeiro lugar por uma questão de higiene para com a vossa pele, em segundo lugar porque a maquilhagem acumulada danifica as cerdas do pincel. Para quem se maquilha diariamente eu recomendo uma lavagem profunda pelo menos a cada 15 dias.
 E como lavo os meus pincéis? Tenho uma luva com rugosidades que comprei na Primark e é óptima para retirar a sujidade mais entranhada. É uma solução mais económica mas também encontram produtos semelhantes da Real Techniques e da Sigma, por exemplo.
 Antes lavava os meus pincéis com champô de bebé pela sua suavidade mas sentia que podiam ficar mais bem limpos e macios. Comecei a usar então dois tipos de sabonete: da Douglas ou então da Oleoban (sabonete normal para duche). O primeiro cativou-me pelo cheiro delicioso a limão e o segundo pela suavidade com que deixa os meus pincéis. Tenho sempre os dois em casa, utilizo o que estiver mais à mão naquele dia.


2. Hidratação

 Este passo mudou a forma como os meus pincéis se apresentam. Após a lavagem aplico um pouco de máscara de cabelo, qualquer uma, e deixo actuar durante 15 minutos e depois retiro muito bem com água. E puff! A magia acontece, pincéis sempre macios e fofos, até dá gosto tocar-lhes.


3. Secagem correcta

 Os pincéis devem secar num lugar seco e longe da exposição directa do sol. Lugares como a casa de banho é uma péssima ideia e nada de colocar os pincéis na varanda, ao ar livre ou em exposição directa ao sol. Danifica os cabos e as cerdas e a suavidade vai à vida. É preferível demorarem mais tempo a secar mas ficarem óptimos do que secarem 1 hora ao sol e ficarem a parecer picos de porco-espinho.
 Coloquem os pincéis sobre uma superfície plana, na horizontal.


4. Limpeza intermédia

 É importante que após cada utilização se higienize os pincéis com um spray específico para o efeito. Não é a lavagem perfeita mas vai ajudar a eliminar bactérias entre utilizações.
 Recomendo o spray da Sephora e o da Clinique. A Make Up For Ever também tem um bom mas não posso usar pois faz-me imensa alergia.


5. Desinfecção

 Para ficar totalmente descansada com as minhas ferramentas de trabalho tenho que garantir que estão desinfectados. Quando estão a secar vaporizo-os com álcool a 96%, é a forma mais eficaz.


 São estas as 5 dicas que vos deixo para terem os vossos pincéis como novos durante muito tempo!








SHARE:

27 fevereiro 2019

Loiros perfeitos com a gama Blond Absolu da Kérastase

 Ter um cabelo loiro saudável e bonito dá trabalho. Muito trabalho, para ser totalmente franca.
 Já perdi a conta aos anos que sou loira. Desde a adolescência, já lá vão alguns anos. E no meio deste tempo todo confesso que me deu vontade de voltar a ser morena e descansar os fios capilares massacrados anos a fio com trabalhos técnicos, descolorações, secagens diárias, etc. É muito desgastante e o nosso cabelo mais cedo ou mais tarde acaba por se ressentir. Por isso, é fundamental que apostemos em bons tratamentos quer seja no cabeleireiro e em casa. Escolher a gama indicada para cada tipo de cabelo é meio caminho andado para conseguirmos um cabelo saudável e apresentável.


 E recentemente, em Outubro passado, apeteceu-me mudar novamente! Passei de um loiro quase platinado para moreno. Depois descobri que ia ser mãe pela primeira vez e soube que não queria atravessar este período tão bonito com uma cor de cabelo com a qual já não me identifico. Após consentimento do médico (o meu médico não se opõe mas caso estejam grávidas consultem o vosso médico, para descargo de consciência) voltei novamente aos fios dourados. Mas é importante ressalvar que mudar de moreno para loiro é muito mais difícil que de loiro para moreno, como devem calcular.

 Decidi, por isso, que queria que fosse um processo gradual e que não fosse um choque demasiado grande para o meu cabelo. Aclarei as pontas e voltei a ser a Ana. É importante que nos sintamos confortáveis com a imagem que vemos diante do espelho.


 Era imprescindível apostar numa gama para proteger o cabelo loiro e evitar que este rapidamente se transformasse num loiro amarelado ou alaranjado (o que era muito provável!). Ao longo dos últimos anos experimentei muitos champôs específicos, champôs roxos para anular tonalidades amarelas e, por incrível que pareça, a única máscara que me conseguia atingir loiros deslumbrantes e sempre em tom champagne era azul e deixou de ser comercializada. Experimentei várias gamas e várias marcas e não havia uma que me tivesse agradado a todos os níveis.

 Com esta necessidade soube do lançamento da gama para loiros da Kérastase, a Blond Absolu. Valia a pena experimentar por ser de uma marca que gosto tanto e que sei que traz resultados satisfatórios.
Encomendei online o champô Bain Ultra-Violet, o condicionador express Cicaflash, a máscara Ultra-Violet e o creme Cicaplasme.

 Esta gama foi desenvolvida para dar resposta a todas as necessidades dos cabelos loiros descolorados, que sabemos serem muitas. Os produtos são formulados com uma mistura interessante de ácido hialurónico e flor de Edelvaisse. O ácido hialurónico é um poderoso ajudante na hidratação do cabelo e no fortalecimento da fibra capilar que fica enfraquecida com o processo de descoloração.




 Decidi apostar na gama completa e não estou nada arrependida! É um investimento mas quem quer um loiro bonito tem que investir em produtos de qualidade, caso contrário tem que andar sempre no cabeleireiro. 



Este champô é bastante poderoso e foi o melhor que experimentei até hoje. Tem uma grande concentração de agentes neutralizantes que impedem que o cabelo atinja tonalidades amarelas que acabam por ser tornar feias. Uso este champô duas vezes por semana e nunca uso em simultâneo com a máscara roxa. Vou intercalando com um champô de brilho.
 Consigo que o cabelo mantenha os tons de loiro mais frios, como eu gosto.
 Este champô custa cerca de 24,51€. 



 Foi talvez o produto que mais me despertou a atenção. Este condicionador tem um efeito reparador muito bom e era o shot de fortalecimento que o meu cabelo estava a precisar com a mudança drástica. O cabelo fica luminoso, leve e muito macio. Quando não uso a máscara roxa utilizo este condicionador que para cabelos loiros ressequidos é a melhor coisa que existe.
Este produto custa cerca de 34€.





 A seguir à minha descoberta da máscara azul que adorava e foi descontinuada, esta máscara é ouro sobre azul! Esta máscara é roxa, intensa e bastante densa (como eu gosto). Ajuda a hidratar muito o cabelo enquanto anula o tom amarelo, penetrando no cabelo e ajudando a prevenir a oxidação.
 Uso uma vez por semana e noto que nesses dias o cabelo fica super nutrido e saudável. 
 Este produto custa cerca de 38€. 




 Para complementar todo o processo de cuidado do cabelo loiro, decidi complementar com este sérum leave-in de cor violeta. Entre as suas funções ele nutre em profundidade, protege do calor e neutraliza a cor. Contem ainda filtros UV que ajudam a proteger o cabelo diariamente. 
 Este produto custa cerca de 26€. 




 Estou muito satisfeita com o resultado desta gama. O cabelo está saudável e tenho conseguido manter o loiro no tom desejado. Parece que encontrei um batalhão forte no combate ao cabelo amarelo. A marca Kérastase não desilude, é um facto.
 Depois de começar a usar a gama descobri que a minha Mãe também usa e está absolutamente fã! Neste momento ela está mais loira que eu e tem uma tonalidade de fazer inveja! 

























 Aqui está o meu antes e depois. Estava morena, como podem ver na foto da esquerda, e com esta gama tenho conseguido manter o loiro bonito, sem necessidade de ir ao cabeleireiro para neutralizar a cor com um banho próprio. E um dos avisos que me foi feito aquando da mudança foi precisamente que o loiro ia atingir tonalidades que eu não gostava, devido à base muito escura.
 Parece que a gama Blond Absolu foi crucial para manter esses tons afastados por isso dou nota máxima a esta gama! O meu cabelo agradece e eu também.



 Esta publicação está isenta de qualquer publicidade paga ou parceria com a marca acima mencionada. 
SHARE:

22 fevereiro 2019

Review | Base L´Essentiel de Guerlain

  O ano começou há relativamente pouco tempo mas foram já muitos os lançamentos no que toca a maquilhagem. É um ano que promete em novidades!

 E um dos produtos sensação e que mais furor tem causado é a nova base da Guerlain. Quem é apaixonado pelo mundo da beleza fica na maior das expectativas quando os produtos são divulgados de forma inteligente e existe meio mundo a falar neles. Verdade?

 Basicamente foi isso que aconteceu com esta base. Bloggers e influencers de todo o mundo a partilhar o seu feedback sobre a base L´Essentiel. Fiquei super curiosa e coloquei as expectativas bem lá em cima, até porque já conheço outras bases da marca e reconheço a sua qualidade e eficácia.

 Para começarmos, vejamos o que a marca diz deste produto:

 "Naturalness & make-up performance come together for the first time at Guerlain. 

A foundation made with 97% naturally-derived ingredients* with a natural glow finish that lasts for 16 hours**. The complexion is perfect, luminous and fresh. The comfortable texture becomes one with the skin, making it ideal for buildable coverage (light to medium). 

With L'Essentiel, bare skin is more beautiful, day after day. The formula lets the skin breathe; hydrates, balances and protects the skin from pollution. The complexion is more even; the appearance of imperfections is reduced. 

An unique and disruptive bottle by the designer Mathieu Lehanneur, inspired by the subtle art of balance. 

Available in 30 shades to match every skin tone." 


Resumindo para o nosso belo português:

Esta base é formulada com 97% de produtos naturais e promete um acabamento natural e luminoso que dura até 16 horas. Tem uma textura confortável que se funde bem na pele e cria aquele efeito de segunda pele. A sua cobertura pode ser trabalhada e vai de cobertura ligeira a média.
 A fórmula permite que a pele respire enquanto é hidratada e protegida contra a poluição. O aspecto das imperfeições é reduzido.  
 Está disponível em 30 tonalidades.




 Depois de ler bastantes feedbacks positivos decidi comprar este produto. Qual era então a minha expectativa?

 Em primeiro lugar os olhos são os primeiros a comer, como se costuma dizer. E a embalagem cativou-me! 

 Esperava uma base com acabamento muito ligeiro. Apesar de não usar bases de cobertura ligeira com frequência, neste momento a minha pele tolera bases de pouca cobertura devido ao glow natural da gravidez. As imperfeições também são em número reduzido por isso era a altura certa para testar. 

 Escolhi o tom 03N embora estivesse indecisa também com o tom 02N. Ganhou o tom 03N porque consigo usar no Inverno e no Verão e o 02N deixava-me muito pálida. 


 Escolhido o tom, chega a altura de testar!







  O meu feedback após a utilização deste produto:

  Com tanto alarido estava à espera que esta se tornasse uma das bases preferidas, pelo menos que conquistasse um lugar no top 3. Estava entusiasmada com o facto de esta poder ser uma rival à Luminous Silk Foundation da Armani que permanece há anos no primeiríssimo lugar.
 No entanto não foi desta que a Luminous Silk Foundation foi destronada.

 Esta nova base da Guerlain é boa na sua categoria, não a considero, no entanto, a última bolacha do pacote. A sua textura é de facto ligeira e funde-se bem na pele. Na primeira utilização não trabalhei a cobertura, apliquei apenas uma camada de base que foi distribuída com a Beauty Blender.

 Primeira impressão após aplicação: Não fosse a cor ligeiramente acima da minha e não se notava que tinha aplicado base. Não marcou poros ou rídulas. Quanto à luminosidade, esperava que fosse melhor. Para não comprometer esta análise não apliquei primers iluminadores e esperei que fosse a base a fazer esse efeito. 
 As poucas marcas de borbulhas que tinha não foram camufladas. Não podemos também esquecer que é de cobertura ligeira a média e eu apliquei apenas uma camada. 
 Não senti a fragrância intensa que tanta gente fala. Pareceu-me agradável e nada intenso. 

 Impressão após 8 horas de utilização: Não há oleosidade mas também a pouca luminosidade que a base tinha após aplicação desvaneceu-se. Notei um ligeiro escurecimento do tom, por isso chego à conclusão que oxida. A base não secou demasiado e a pele mantém-se hidratada e por isso também não há excesso de poros dilatados.





 Apreciação global

 A marca inovou bastante, na minha opinião, a nível de embalagem. Quem é amante de maquilhagem e beleza gosta de packaging bonito, de inovação e criatividade. 

 Esta base é boa mas não é a melhor base que já experimentei. E na minha opinião não é a melhor da marca, para mim continua a ganhar a Lingerie de Peau.

 Acredito que seja das melhores opções para quem não está habituado a usar muita maquilhagem e gosta de manter um look bastante discreto. Deixa a pele com um aspecto bastante natural e para quem só é adepta de BB creams e fluídos hidratantes com cor poderá ter aqui uma boa amiga.

 No meu caso, eu sou adepta de cobertura média e efeito semi-reboco (desde que dê para ser bem trabalhado). Por isso, esta base não é uma opção para eu usar todos os dias. Usarei em dias que queira mesmo uma cobertura muito ligeira e a pele esteja limpa e não necessite de muita cobertura. 

 Ficámos amigas mas não amigas chegadas. Depois de tanto alarido à volta deste produto esperava mais. Muito mais. 


 Mas como consideração final gostaria de frisar que esta é a minha opinião pessoal após utilizar este produto. O facto de eu não ter ficado a maior fã ou de não ser o meu tipo de base preferido não quer dizer que não seja o vosso. Só experimentando é que sabemos e mesmo que todos falem bem ou falem mal, a nossa experiência é que vai ditar o veredicto. 


Nota: Após publicação desta publicação falei com uma conselheira da marca Guerlain que me avisou, e bem, que a base sobe 1 tom. Ou seja, para a minha pele é o 02N ou 01N ao invés do 03N. (Mau aconselhamento de quem vendeu porque não indicou esse pormenor e com as luzes da loja parecia o tom ideal). 
Outra dica para quem quer comprar esta base: a forma mais correcta de aplicação é mesmo o pincel. 




Esta publicação está isenta de publicidade às marcas acima mencionadas e não existe qualquer tipo de parceria associada. 



SHARE:

29 janeiro 2019

Como combater a pele desidratada




Cada vez mais vejo casos de pessoas com a pele desidratada. No entanto, sei que também existe muita confusão sobre o que é a pele desidratada e como proceder para inverter a situação. Recentemente também sofri com a desidratação dérmica mas no meu caso eu consegui perceber a causa raiz e inverti rapidamente o cenário.

 Mas afinal pele desidratada e pele seca é a mesma coisa?

 Não, não é. Este é o erro mais comum. As pessoas sentem a pele desidratada e acham que mudar a sua rotina de cuidado de rosto para uma linha específica para pele seca vai resolver o problema. Não só não vai resolver por completo como pode desencadear outras complicações a nível de pele. No entanto, podem existir casos de pele seca e desidratada.

 Se a nossa pele estiver desidratada isso quer dizer que não está a conseguir fixar a quantidade de água necessária na derme e epiderme. E se a pele não tiver a hidratação suficiente isso vai afectar a sua aparência. Torna-se então mais flácida, com um aspecto baço, podem surgir mais linhas de expressão, zonas em que sentimos a pele repuxar e quando aplicamos a maquilhagem parece que a pele a recusa e acaba por não assentar como era  de esperar.
 Qualquer tipo de pele pode ficar desidratada, até mesmo as peles mistas e oleosas! Pode surgir como consequência do uso de gamas que não são as mais aconselhadas à tipologia de pele, por causas ambientais, por ingestão insuficiente de líquidos, por alimentação com muito sal, tabaco e álcool, etc.
 É normal que este problema surja no Inverno pois nesta altura esquecemos de usar cremes com maior concentração de hidratação para fazer face ao frio e também porque, inevitavelmente, ingerimos menos água do que seria normal.

Se pele desidratada significa falta de água, então e a pele seca?

 A pele seca produz menos oleosidade e pode ser uma situação permanente ou pode ficar assim com o avançar da idade.
A principal desvantagem de quem tem pele seca é que os sinais de envelhecimento cutâneo aparecem mais cedo


O que devemos fazer para repor a hidratação?

 Em primeiro lugar começar a tratar de dentro para fora e fixar o consumo de água para 1.5L diariamente, no mínimo.
 É essencial apostar em produtos específicos para repor a hidratação cutânea. Reforcem os vossos produtos de cuidado diário com um sérum mais hidratante para equilibrar o estado da pele. Recomendo também que usem água termal após lavar o rosto pela manhã e depois de desmaquilhar o rosto ao final do dia. Podem usar e abusar da água termal, será a vossa melhor amiga.
 Podem ainda reforçar essa luta da hidratação com máscaras específicas, que promovem uma hidratação mais rápida. Muito importante para quem tem pele mista ou oleosa: aplicar a máscara onde sentem a desidratação, não é obrigatório que apliquem em todo o rosto. Até podem fazer máscaras combinadas, ou seja, aplicar máscara hidratante na zona da pele que está desidratada e uma máscara purificante na zona T.


Os produtos que aconselho para pele desidratada são os seguintes:



1. Água termal da Avène (farmácias e parafarmácias) 
2. Sérum Hydrating B5 da Skinceuticals (farmácias)
3. Máscara de geleia real da Apivita (farmácias e online)
4. Sérum Hydrabio da Bioderma (farmácias e parafarmácias)
5. Creme hidratante de Bobbi Brown
6. Moisture Surge da Clinique (perfumarias e online)
7. Sérum Hydrance da Avène (farmácias e parafarmácias)
8. Máscara Hydra-Masque da Embryolisse (notino.pt por exemplo)
9. Creme Nutritic Intense Riche da La Roche-Posay (farmácias e parafarmácias) 



Publicação isenta de parceria e/ou publicidade com as marcas acima mencionadas.
SHARE:

11 janeiro 2019

O melhor presente de 2018

 Eu sabia que 2018 seria um ano especial, tinha esse feeling (intuição feminina), mas não esperava que me trouxesse o melhor do Mundo e que me tornaria numa pessoa muito melhor: o nosso bebé!

 Eu e o André decidimos que queríamos estar uns largos meses sozinhos ( e na companhia do nosso Eddie, claro!). Aproveitar a companhia um do outro e ter todo o tempo do mundo para planear a vinda do nosso primeiro filho. É algo que carece de algum planeamento pois é uma vida que se traz ao Mundo e não consigo reconhecer maior responsabilidade que essa.

Não foi à maluca, não foi às três pancadas. Não foi um capricho "quero ser Mãe porque quero!". Não! Há uma altura para tudo: o nosso momento enquanto mulheres, o nosso momento enquanto casal e o nosso click da parentalidade.

 Por isso este bebé é muito desejado e foi planeado. Foi planeado com todo o amor do Mundo. E não demorou muito até que concretizássemos esse sonho. Até nisso somos sortudos pois temos consciência que muitos casais têm que enfrentar o duro mundo da infertilidade e não conseguimos imaginar as duras batalhas que têm que travar até vencerem a batalha final.

 Conseguimos resistir à pressão familiar do "Então e bebés?". Essa pressão começa logo após o casamento, antes da lua-de-mel: "Vejam lá se trazem um bebé". Pois, como se de um recuerdo se tratasse ou fosse sinal que somos mais casal por engravidar na lua-de-mel. Porque a cumplicidade e a vida em casal é completamente irrelevante e um bebé sobrepõe-se a tudo isso.
 É importante sabermos viver a dois para conseguirmos viver a três. Sempre idealizei o cenário assim.


Conseguimos esperar o tempo que queríamos e conseguimos que fosse na altura que tínhamos idealizado. Foi quando parei de ouvir a família, quando parei de fazer testes de ovulação para ser no dia certeiro, quando parei de especular se conseguia ser mãe e se  conseguiria viver com a desilusão de não ser. Foi quando parei e escutei o meu corpo. Quando aprendi a ler os sinais.
Sinais esses mais poderosos que um teste de ovulação que compramos na farmácia.
É o nosso corpo, que conhecemos melhor que ninguém.


Por isso a notícia chegou com muita felicidade, uma felicidade nunca antes vivida.
Descobrimos que o bebé vinha a caminho com 5 semanas de gestação e por isso começámos logo desde cedo a ser acompanhados e a ter todos os cuidados indispensáveis nesta altura. Logo aí a barriguinha começou a sobressair.

 Cientes que o primeiro trimestre é uma altura mais vulnerável e que implica mais atenção decidimos não contar logo à nossa família e amigos mais chegados. Esperámos estar próximos das 12 semanas para dar o presente de Natal antecipado.

 E foi este o nosso presente de Natal, o melhor de sempre!
 A maternidade já está a ser uma coisa fantástica, embora o tamanho reduzido da cria. É um elo que se cria a partir do momento em que o teste de gravidez dá positivo! Saber que estamos a desenvolver uma vida dentro de nós e que depende de nós para se formar e para crescer. E, sobretudo, por sabermos que vai sempre depender de nós.


 Estou a ter uma gravidez muito serena e por isso só me resta dizer que estou a adorar estar grávida e acompanhar toda esta evolução do meu corpo. É importante estarmos preparadas para ela porque muita coisa vai mudar.

 Estou tranquila e assim quero continuar a estar até ao dia em que entrar na maternidade. Afasto-me de quem me quer assustar ou apenas transmite energias negativas e dúvida. Cerco-me de quem me traz a paz e serenidade que tanto preciso neste momento. Não penso em dúvidas, não penso em medos, não penso no parto. Há uma altura para tudo e não devemos sofrer por antecipação. Em situações de muito stress ou ansiedade eu consigo controlar-me muito bem e manter a cabeça fria, é a minha sorte.

 Neste momento estou a entender o meu corpo, os sinais que ele me dá, procuro saber qual o desenvolvimento do bebé a cada semana, aquilo que será benéfico para ele. (Ou ela. Não sabemos o sexo e neste momento isso não nos preocupa minimamente.)


2019 será um ano de muitas mudanças e de uma viagem alucinante que promete ser a melhor de sempre!



O Eddie aguarda ansioso a chegada do mano ou da mana. 


SHARE:

03 janeiro 2019

Receita de Cinnamon Rolls

 Quem gosta de canela e nunca provou um Cinnamon Roll nem sabe o que anda a perder!
 Sabem bem em qualquer altura  do ano mas é no Outono e Inverno que mais gosto de comer esta iguaria doce tipicamente americana e dos países nórdicos. Já provaram os cinnamon rolls do Ikea? Estes dão 10 a 0.

 Em primeiro lugar têm um sabor especial porque somos nós que fazemos, em segundo lugar porque a nossa casa fica com um cheiro a canela delicioso e em terceiro lugar porque mimamos a nossa família.

 Não é das receitas mais simples mas garanto que no final o esforço vai compensar e ainda têm o bónus de fazer exercícios de musculação enquanto amassam a massa.

 Bora então ver como se faz?


 Ingredientes

 MASSA

 - 3+1/4 chávena de farinha de trigo s/fermento
 - 1/2 chávena açúcar
 - 15g de fermento em pó
 - 3/4 chávena de leite morno
 - 50 gr de manteiga derretida
 - 1 ovo inteiro
 - 1/4 chávena de água
 - sal q.b.

RECHEIO

 - 1 chávena açúcar mascavado
 - 1 colher de sopa de canela em pó
 - 80 gr manteiga amolecida

CALDA

- 1 chávena de açúcar em pó
- 3 colheres de sopa de leite


Preparação:

 Numa tigela grande colocar 2 chávenas de farinha + 1/4, o açúcar, o fermento em pó e misturar tudo.
 Adicionar a pitada de sal e fazer um buraco no meio dos ingredientes. No centro deite o ovo, o leite morno, a àgua e a manteiga derretida.
 Misturar os líquidos com a farinha e adicionar a restante farinha aos poucos. Amassar até formar uma massa homogénea.
 Depois deitar a massa sobre uma superfície enfarinhada e amassar entre 10 a 15 minutos.
 Colocar a massa novamente na tigela e cobrir com um pano de cozinha. Deixar repousar por meia hora.

 Depois de terminar o tempo de pausa levar novamente a massa à superfície enfarinhada e amassar um pouco mais para libertar as bolhas de ar que se possam formar.
 Esticar a massa de forma a conseguir um rectângulo. Este tipo de massa demora a esticar, é preciso ter paciência.

Quando conseguir um rectângulo, espalhe a manteiga amolecida em toda a superfície e polvilhe com a mistura do açúcar mascavado e da canela.

Enrolar como se fosse uma torta e cortar os rolls com cerca de 2 dedos de espessura.

Dispor os rolls numa forma rectangular protegida com papel vegetal e deixar repousar até crescerem o dobro.

Levar ao forno pré-aquecido a 180º, sem ventilação, cerca de 25 minutos (depende do forno).

Para fazer a cobertura basta ir adicionando o leite ao açúcar até atingir um ponto de calda, nem muito líquido nem muito espesso. Esta parte é opcional, eu gosto da cobertura mas o André, por exemplo, prefere sem. O ideal é colocar cobertura em metade e deixar a outra metade simples.

O açúcar vai derreter e juntar-se com a canela e os cinnamon rolls vão ficar húmidos por dentro.
São simplesmente perfeitos!

E então? Vão experimentar esta receita? :)









SHARE:
Blogger templates by pipdig