05 junho 2019

Vida plena e sem pessoas tóxicas

 Na continuação do tema que temos vindo a falar sobre a necessidade de organizar a nossa vida de forma a torná-la mais fácil hoje venho falar de um assunto que está intimamente ligado com o sucesso do alcance dos nossos objectivos: a toxicidade de algumas pessoas.

 Não é apenas a envolvente contextual que tem que estar organizada para que consigamos ter mais tempo, sobretudo mais tempo de qualidade. Ter tempo é completamente diferente de ter tempo de qualidade. Para que seja de qualidade, devemos estar em perfeita sintonia com o que nos rodeia (o local de trabalho, a nossa casa, a nossa cidade, os nossos espaços preferidos) e também com as pessoas! Basta uma pessoa estar fora do contexto e pode tornar a nossa vida um desastre. E infelizmente há pessoas tóxicas um pouco por toda a parte, algumas delas agem de forma consciente e com intenção de afectar e outras agem de forma involuntária, por norma são pessoas com cargas emocionais muito pesadas. Isto vale para pessoas de família, amigos e conhecidos.

 Defendo que apenas nos devemos rodear de quem nos faz bem e de quem nos acrescenta valor, nos alegra, nos dá prazer com a sua companhia e amizade, nos transmite calma e motivação. Hoje em dia as pessoas estão mais presentes nas redes sociais do que na vida real das pessoas à sua volta, o ego alimenta-se facilmente de likes e comentários e as pessoas estão tão embrenhadas no seu mundo online que se esquecem que podem fazer uma chamada, enviar um sms ou fazer uma visita.

 Com o passar dos anos vamos aprendendo que não temos que ter muitos amigos, temos que ter os amigos certos. Mesmo que se contem pelos dedos de uma mão apenas.
 Aprendemos isso quando nos rodeamos, sem querer, de pessoas tóxicas, com maldade, negativismo e sem qualquer sentimento pelo outro. Nem sempre é fácil de identificar essas pessoas e por vezes são preciso alguns meses ou até mesmo anos para ficarmos a conhecer as pessoas totalmente.


 Como identificar uma pessoa tóxica e como eliminar esse tipo de pessoas da nossa vida? É isso que vou falar já de seguida.

 A pessoa tóxica, o que a define?

 As pessoas com um alto grau de negativismo podem influenciar, e muito, a nossa vida. Podem exercer uma carga pesadíssima de más vibrações sobre nós e deixar-nos transtornados, irritados, mal dispostos, incomodados, com dúvidas sobre se o nosso comportamento é o errado.
 Essa negatividade vem, por norma, de alguma frustração passada ou da síndrome da inferioridade. A defesa dessa pessoa é o ataque, se não está bem mais ninguém pode estar. Não consegue desfrutar do momento nem da companhia das outras pessoas. E não, essa pessoa não nos quer verdadeiramente bem, finge que se preocupa.


Como pode essa toxicidade ser manifestada? Vejamos alguns exemplos.


 A pessoa tem sempre uma visão pessimista 

 Existem pessoas naturalmente optimistas ou pessimistas. O pessimista não é aquele que consegue ser realista, é aquele que vê apenas os aspectos negativos de tudo e não consegue tirar proveito de toda e qualquer situação. Basicamente vê sempre o copo meio vazio e tudo pode acabar mal. Acabam por evitar certas situações por medo que corra mal ou que não seja aquilo que esperam. E sim, esse pessimismo pode afectar a pessoa mais optimista do Universo.


O tal "amigo" que só vos procura em certas situações

 Em primeiro lugar isso não é uma pessoa amiga. Aprendam a ser exigentes com as pessoas com quem escolhem para o vosso núcleo de amigos. Se essa pessoa só vos procura quando precisa de favores, de informações ou de atenção comecem a pensar que vocês têm algo que lhes interessa mas não é uma amizade. São pessoas que estão tão ocupadas a olhar para o próprio umbigo que se esquecem de vos perguntar se estão bem, se precisam de ajuda, se querem ir jantar para aliviar o stress.
 São as amizades por interesse e manifestam-se se vocês têm algo que essa pessoa não tem mas gostaria. Ou se vocês são socialmente mais importantes, se são populares no vosso núcleo de amigos, se têm informações que podem ser úteis em prol de um projecto seu, se têm uma piscina para os dias quentes, se têm uma casa de férias, etc. Este tipo de pessoas tóxicas é facilmente identificável, só fala com vocês quando lhes podem dar algo em troca, caso contrário caem no esquecimento.


A pessoa que reclama por tudo e por nada

 Sabem aquelas pessoas que são muito difíceis de agradar? Aquela pessoa para quem nada nem ninguém é perfeito? Pois bem, estamos perante uma pessoa extremamente tóxica. O acto de reclamar só por si já consome imensa energia e acaba por criar um mau ambiente perante as outras pessoas. São pessoas com as quais não queremos conviver ou então toda a nossa energia será sugada.


A arte da maledicência

 Todos nós já tivemos pelo menos uma pessoa na nossa vida que fala mal de toda a gente. O único assunto interessante para essa pessoa é falar mal de todas as pessoas e acreditem que se o faz com vocês também fará com outras pessoas sobre vocês sem que estejam presentes. São pessoas frustradas que encontram na crítica maldosa um escudo para se defenderem das suas fraquezas. No momento que estão a falar mal estão esquecidas dos seus defeitos, desamores, frustrações, etc.


A inveja como prato principal

 Este é um dos piores problemas e que pode causar muitos dissabores. Muitas vezes olhamos para nós e para a nossa vida e achamos que não tem nem uma pontinha que possa causar inveja a alguém mas acreditem que para muitas pessoas a inveja está em todo e qualquer detalhe. A pessoa tóxica inveja tudo: um par de sapatos, saber cozinhar, a cor do cabelo, o carro, o batom, o sorriso, o sucesso, tudo! E essas pessoas nunca vão ficar felizes com as vossas conquistas e sonhos realizados porque não conseguem admirar isso nos outros, apenas neles próprios. Para elas a galinha do vizinho é sempre melhor.



 E o que podemos fazer para não nos afectarmos por este tipo de pessoas?

Se for uma pessoa que tenha este tipo de comportamento e vejam que é involuntário, existe a hipótese de falarem abertamente com ela e mostrarem que está num caminho sombrio e que existem caminhos muito mais bonitos e cheios de luz. Pode correr bem ou pode correr mal mas se não tentarem não sabem.
 É importante que se afastem de pessoas assim, pessoas que podem controlar o vosso estado de espírito com críticas arrogantes, inveja, interesse. Não podemos ficar com ressentimento, temos que tomar a atitude certa na altura certa. Ou é a sanidade mental delas ou a nossa.

 Se a pessoa não aceitar ajuda devemos seguir o nosso caminho e não permitir que nada nem ninguém interfira com a nossa paz de espírito e positivismo.

Existem pessoas que podemos eliminar da nossa vida por decisão e outras é mais complicado, familiares ou colegas de trabalho por exemplo. Neste último caso o melhor a fazer é manter uma distância emocional para não se deixarem afectar.




SHARE:

Sem comentários

Enviar um comentário

Blogger templates by pipdig