28 dezembro 2017

10 dicas para tirar fotografias óptimas com o telemóvel

 Hoje em dia registamos tudo aquilo que nos rodeia: o nosso lar, a nossa comida, a nossa roupa, a nossa maquilhagem, os nossos amigos de quatro patas, etc. É como que uma doença crónica da sociedade actual em que vivemos e todos nós fazemos parte dela. Roubamos o tempo de contemplação do momento para registarmos com o telemóvel ou com a máquina  fotográfica aquilo que estamos a viver. Diz que fica imortalizado, não vá a memória falhar-nos mais tarde.

 Adoro fotografia, adoro fotografar e adoro editar. Gosto de fotografias cuidadas e de manter o feed do meu Instagram no mesmo registo. Gosto, particularmente, de fotografias claras e com brilho ou fotografia a preto e branco.

Só conseguimos boas fotografias com uma máquina fotográfica digital? Conseguimos excelentes fotografias com máquinas fotográficas mas o telemóvel pode ser o nosso melhor amigo. Bem sei que é chato andar sempre com a máquina atrás e quem não tem cão caça com gato. Confesso que cerca de 70% das fotografias que partilho no meu Facebook ou Instagram são tiradas apenas com o iPhone.

Deixo aqui 10 dicas que reuni para vocês com o objectivo de tirarem mais partido do vosso telemóvel e como podem conseguir melhorar (e muito!) o aspecto do vosso feed nas redes sociais!




1. A câmara do telemóvel é a primeira opção

 Existem aplicações infinitas de fotografia e vídeo que podem descarregar para o vosso telemóvel e muitas delas são excelentes. Se já repararam, quase todas elas têm a opção de "tirar fotografia" ou "abrir álbum". Não vamos mais longe, a rede social do momento, o Instagram, tem a opção de tirar fotografia directamente. No entanto, eu recomendo sempre o uso da câmara do telemóvel. As definições são mais fáceis de alterar e conseguimos sempre melhor definição.

2. A luz natural é a nossa melhor amiga!

 É a dica que mais partilho com os amigos e colegas: a luz natural é a nossa melhor amiga. Antes cometia o erro de tirar fotografias com luzes amarelas, sem definição alguma. Muitas das vezes vou pesquisar fotografias antigas e até me assusto. Mas é com os erros que vamos aprendendo e felizmente tenho evoluído muito no que toca à luminosidade da fotografia.
 Se querem tirar uma fotografia aproximem-se de uma janela, em dias cinzentos vão para a rua mas nunca utilizem luz artificial quando a Mãe Natureza nos dá uma luz tão boa. Além disso as  cores captadas são mais fiéis às originais com luz natural do que com luzes artificiais como devem calcular. Em casa, se o único recurso disponível for mesmo a luz artificial optem por luzes brancas ao invés de amarelas.






3. Sem flash e sem zoom

 São duas opções que quase nunca uso. Já vi pessoas a tirar fotografias no exterior, com sol e com flash. E eu pergunto: Mas porquê? Qual a lógica? Usar o flash em situações de ausência quase total de luz, apenas!
 É preferível tirarem uma fotografia e depois recortarem do que carregarem no botão de zoom e aumentarem demasiado. Para além de tirar definição à imagem, a vossa fotografia vai ficar pixelizada e o resultado final não é nada bonito.

4. Escolher o fundo

 Esta parte é muito importante e quase nunca se tem em atenção. Se vamos tirar uma fotografia devemos estudar o enquadramento, seja no exterior ou interior. Se quiserem tirar um retrato, uma selfie em vossa casa escolham uma área com luz natural e de preferência com parede branca por trás. Tudo o que estiver atrás de vocês vai ser ruído. Isto é, muitas vezes as pessoas vão tirar a atenção de vocês ou do objecto que estão a fotografar para reparar no que está em cima do móvel atrás de vocês, no quadro que está na parede, etc. Quanto menos ruído houver mais conseguem captar a atenção para o que realmente interessa.

5. Nunca perder o foco

 Numa fotografia não basta chegar, posicionar o telemóvel e carregar no disparar. Quantas vezes não foram ver as mil fotografias que o vosso marido/namorado/irmão/primo vos tirou e no final estão todas desfocadas? É um sentimento de frustração que se abate sobre nós inexplicável.
 Nunca esquecer de focar a imagem, focar o que vocês estão a fotografar. Para além de focar o objecto, ao clicarem no ecrã do telemóvel vão ajustar a luminosidade consoante a área de focagem. Hoje em dia a grande maioria das câmaras já foca o objecto e desfoca por completo o tal "ruído" que vos falei no ponto anterior. Notei uma grande diferença nesse ponto na mudança do Iphone 6 para o iPhone 8.

6. Escolher o momento e o tema certos

 Sei que temos a tendência a carregar no botão de fotografia sempre que nos apetece. Muitas das vezes estamos a encher memória porque o conteúdo em si, bem espremido, dá zero. Quem partilha muitas fotografias no feed das redes sociais deve fazer um filtro daquilo que deve mesmo partilhar para não ser exaustivo aos olhos de quem nos vê através do ecrã.
 O momento é importante, principalmente por causa da luz disponível. Se podem tirar uma fotografia com luz natural não esperem pelo pôr-do-sol para o fazer. Aqui o importante a reter é que não tirem apenas uma fotografia mas sim A fotografia.
 Quem partilha muitas imagens pode optar por temas, é aprazível aos olhos ver um feed com temas variados e bem estruturados.





7. Escolher o tipo de registo preferido

 Tal como em tudo na nossa vida, devemos deixar o nosso cunho pessoal em tudo que fazemos. Fotografias toda a gente consegue tirar, torná-las interessantes é mais difícil. Através da edição conseguem tornar todas as fotografias semelhantes a nível de cor, luminosidade, filtros, etc. Há quem prefira fotos mais escuras e quem prefira fotos quase brancas. Há quem goste de explosão de cor numa imagem e quem prefira o preto e o branco. Tal como os vestidos, o preto e branco é clássico e resulta sempre muito bem, conferindo mais elegância à fotografia. Não é fácil, no entanto, conseguir um filtro preto e branco perfeito, são necessários muitos ajustes para atingir bons níveis e o equilíbrio fundamental entre sombras e luzes.























8. Editar é fundamental

 Não é crime nenhum tirar uma fotografia e publicá-la "virgem", sem qualquer tipo de ajustes. Mas também não é crime nenhum torná-la mais bonita com filtros e ajustes de exposição.
 Sou contra o uso excessivo de photoshop que nos torna diferentes e que mostra a quem nos vê alguém que não somos nós, num sítio onde nunca pusemos os pés (sim, é possível). Acaba por perder a essência e desiludir quem espera mais de nós. Mas existem três aspectos que devemos sempre ajustar: exposição (quantidade de luz recebida pela lente), brilho (a luminosidade) e temperatura (ajuste dos tons quentes, vermelhos, e dos tons frios, azuis).



9. Equipamento de fotografia homemade

 Ao longo do tempo fui adquirindo experiência e algum material de fotografia, nomeadamente luzes, panos de fundo, lentes, reflectores, etc. Esse material é muito utilizado para quem trabalha muito com fotografia. No entanto, podemos fazer alguns equipamentos homemade.
 Os reflectores mudam completamente uma fotografia ao nível de sombras, reflectem a luz (natural ou artificial) para os sítios mais escuros. Podem fazer reflectores homemade utilizando um círculo de cartão forrado com papel de alumínio.
 Para quem, como eu, gosta muito de flatlays (fotografias planas de produtos/comida) podem fazer fundos utilizando apenas cartão maquete e papel autocolante. Podem encontrar em drograrias e lojas dos chineses aqueles autocolante com motivos que as nossas avós usavam para forrar as gavetas e prateleiras. No meio dos florais, os preferidos das avós, vão encontrar papeis que imitam o mármore, a madeira, etc. É uma solução económica e bastante eficaz para fotografias do tipo flatlay.




10. Explorar as apps de fotografia

 Metade das apps que tenho no meu telefone são de edição de fotografia e vídeo. A grande maioria são gratuitas mas tenho algumas pagas das quais não me arrependo mesmo nada e que valem cada cêntimo. Não há melhor maneira de perceber como conseguir uma edição eficaz sem explorar, explorar muito. Não há duas apps iguais e funcionam de forma diferente. Peguem numa fotografia e dediquem-se a explorar a parte da edição, nem só de filtros se faz uma fotografia. Podem filtrar mas também devem editar para aprimorar o resultado final.







Gostaram desta abordagem ao tema da fotografia?

Deixem as vossas  sugestões para outros posts que gostariam que eu escrevesse sobre esta temática.

Fico à espera do vosso feedback!
SHARE:

Sem comentários

Enviar um comentário

Blogger templates by pipdig