18 abril 2016

O que é preciso para criar um blog?

 Eu podia responder a esta pergunta do título em duas palavras apenas e tinha o post feito. Paixão e vontade, são essenciais para todos os projectos a que nos propomos. Escrevo este post não porque acho que possa ser uma enorme influência para alguém ou que o meu blog é xpto, nada disso. Escrevo porque gosto de partilhar e, da exepriência que tenho, posso dar umas dicas que até poderão ser vitais para vocês. Eu gosto de motivar, de partilhar e gostava muito que depois de alguém ler este post me enviasse um comentário do genero "Ana, era disto que eu precisava para começar!"

 Como já tive oportunidade de vos contar, o Anna Style&Living não foi o meu primeiro blog. Temas diferentes, abordagens diferentes e público diferente. No entanto, existem coisas comuns a todos eles e que me fizeram aprender muito e, sobretudo, evoluir. Devo ainda dizer que fiz este post porque ao longo das últimas semanas tenho recebido algumas mensagens de leitoras que me confessam que até gostariam de ter um blog mas não sabem bem por onde começar e se têm jeito. Eu gosto de ajudar e gosto de partilhar mas sejam directas e coerentes. Não se aproximem por interesse, prefiro que perguntem directamente o que gostavam de ver respondido. Eu sou prática e vivo no mundo dos negócios (o meu outro mundo) onde tempo é dinheiro. E bem sabemos que ter tempo de sobra, hoje em dia, é mais valioso do que aquilo que dinheiro algum pode pagar.



 "Eu gostava de ter um blog mas acho que não tenho jeito."


  É a frase que eu mais leio nas mensagens que me escrevem. Ora bem, acho que essa é a primeira impressão que todos temos. Todos nós somos bons em alguma coisa, temos um hobby que adoramos ou gostamos apenas de escrever sobre temas de cultura geral. Se estão na dúvida consultem os vossos amigos ou família e peçam a opinião de cada um. No final de contas é a vossa vontade que conta mas é bom saber o que pensam aqueles que nos rodeiam. Só quero que saibam que podem encontrar aqui um escape ao stress do dia-a-dia e de forma grátis. Podem escrever sobre a vossa plantação de couves de bruxelas, sobre aquele livro que vos deixou com a lágrima no canto do olho, sobre a vossa colecção de 325 tulipas diferentes, sobre as receitas que vocês cozinham e a família inteira aplaude de pé.

 Os cinco passos mais importantes para criar um blog

 Agora que já estão convencidos que um blog é capaz de ser boa ideia, quais são as direcções que devem tomar?

 1 - Qual vai ser o tema predominante no teu blog? Saúde, beleza, nutrição, moda, lifestyle, maquilhagem, culinária, viagens.

2 - Que nome escolher? Esta é aquela parte na qual pouco vos posso ajudar. O nome diz muito de nós, daquilo que queremos transmitir e da essência do nosso blog. É muito provável que o primeiro nome que vos vier à cabeça já esteja a ser utilizado. O importante é não desistir e fazer um brainstorming, passar para papel todas as ideias que tiverem. Sim, até mesmo aquelas que parecem ser um tanto ou quanto absurdas. Aqui o mais importante desta fase é explorar o vosso lado criativo mas lembrem-se que o nome do vosso blog deve ser curto, fácil de memorizar e sugestivo. Garante que não existe outro blog com o mesmo nome ou uma marca conhecida.

3 - Já escolheste um nome? Boa! Uma das partes mais difíceis está ultrapassada. Consegues associar uma imagem quando dizes em voz alta o nome do teu blog? Se ainda não te consegues lembrar de nada concreto não te assustes, as boas ideias surgem quando menos esperamos. O logotipo e o header do teu blog são o teu cartão de visita. Quando os visitantes chegam é logo a primeira coisa em que reparam, é desta forma que ficam a saber se a tua casa é limpa/clean ou uma grande barafunda na qual ninguém se entende.

4 - Agora que tens o nome e a imagem chega a altura de decidires que plataforma queres usar: Blogger ou Wordpress? Aqui as opiniões divergem, quem tem blogger vai defender o blogger e vice-versa. Daquilo que eu já pesquisei e falei com alguns entendidos na matéria, o blogger é perfeito se queres um blog como hobby. Se por outro lado quiseres investir e tiveres tempo de sobra para te dedicares a este novo projecto, o wordpress é a melhor opção. Num aspecto (talvez o mais importante) as opiniões são unânimes: é mais fácil começar um blog na plataforma blogger e em pouco tempo começam a tratá-la por tu. Pesquisem na net e recolham o máximo de opiniões, percebam o que uns gostam e outros detestam em cada uma das plataformas.

5 - Estabelece prioridades e objectivos, esta é uma das partes mais importantes. Se entras no mundo da blogosfera por hobby não podes traçar objectivos como se vivesses para isto. São realidades completamente diferentes.
 É importante que sigas um formato na publicação de posts e o cumpras: diário, bi-semanal, tri-semanal, etc. Faz o teu melhor, quando puderes e como puderes. Ninguém te pode exigir nada senão tu próprio.



 Isto é aquilo que vem nos livros, como se costuma dizer. Depois tenho uns conselhos que posso dar, a título mais pessoal, que acho que podem ser aproveitados por vocês e tornar esta vossa experiência mais apelativa e que faça sentido aos vossos olhos e dos demais que vos seguem.

1 - Eu não sei a fórmula secreta para o sucesso, mas posso adiantar que a fórmula do insucesso é tentar agradar a todos. Não podemos gostar todos de amarelo, de arroz, de dias de sol. Somos diferentes e temos gostos diferentes, há que saber respeitar isso.

2 - Nunca te compares a outro blog. Aquilo que te motiva e os objectivos que traçaste para o teu projecto são distintos da outra pessoa. Não vamos comparar aquilo que não é comparável.

3 - É necessário fazeres o teu investimento. Para obteres lucro tens que investir em primeiro lugar, e não estamos a falar de investimentos monetários. Investe enquanto pessoa, enquanto blogger, enquanto defensor de uma causa, neste caso é o teu projecto. Entrega-te ao teu blog, ainda que seja um hobby, e deixa a tua assinatura em cada detalhe e em cada palavra que escreves.

4 - Pensa mais alto, pensa para além das borlas, das ofertas e dos convites para lançamentos. São precisos anos e muito trabalho da tua parte até que o teu trabalho comece a ser reconhecido. Começa com o objectivo da satisfação pessoal e depois logo pensas no que podes ganhar, nesses bónus que te falei. Podes dar a tua opinião sobre produtos, opinião essa que não é "comprada" por marcas e terá mais credibilidade junto dos teus seguidores. Ter um blog é muito mais que receber presentes e descontos, é preferível que os teus seguidores acreditem na tua escrita e opinião do que receberes muitos produtos. O teu blog vive sem borlas mas não vive sem seguidores.

5 - Um blog é mais do que um número. É lógico que gostamos de ter muitos seguidores a suportar o nosso contador rechonchudo ou um blog cheio de posts. Mas lembra-te sempre disto: a qualidade supera a quantidade. Agenda três posts realmente bons por semana ao invés de sete posts medíocres todos os dias da semana. Prende os teus seguidores à tua qualidade de escrita e conteúdo.

6 - Conquista os teus seguidores. Somos seres de afectos e gostamos de nos sentir bem recebidos e aconchegados onde quer que vamos. Presta atenção aos sinais, percebe o que mais gostam e dá atenção a todos. Existe sempre algo que podemos aprender com aqueles que nos rodeiam e quem está de fora vê tudo mais claro.

7 - Cria meios para que os teus seguidores possam comunicar contigo: página do Facebook, Instagram, e-mail. Responde a todos os comentários que te são deixados no blog e interage com o teu público. Não basta teres uma audiência, tens que saber exatamente o que procuram, o que querem ler e ver. Os seguidores perderam tempo a ler as linhas que escreveste e deixaram um comentário, o mínimo que podes fazer é uma resposta de agradecimento.

8 - Inspira-te mas não copies. Não existe nada mais revoltante do que ver o nosso trabalho copiado por outros bloggers. A blogosfera é grande e a concorrência não tem que ser feroz, faz o teu trabalho e deixa os outros fazerem o trabalho deles. Não vais inventar nada de extraordinário mas isso não quer dizer que o teu blog seja exactamente igual ao blog da tua amiga Maria.

9 - Aceita as críticas. Todos vão ter uma opinião sobre ti, boa ou má. Se for bem justificada e escrita de forma educada e coerente deves tê-la em conta. Caso seja apenas mais uma hater desesperada por destilar veneno não ligues, não dês importância nem sequer publiques o comentário. Lembra-te que o blog é teu, só te segue quem quer mas também só publicas aquilo que queres.

10 - Organização é fundamental. Cria uma agenda exclusiva para o blog e usa um notebook e uma caneta para apontares tudo aquilo que te vem à cabeça. As melhores ideias surgem nos momentos mais inesperados e um dia, quando a inspiração não estiver do teu lado, vais agradecer ter esse notebook sempre à mão. Agenda posts que podem ser agendados e dedica-te a pesquisar e a reunir informação para os posts mais exigentes. Lembra-te que tens que exigir mais de ti do que dos outros.





Imagem via Nordic Day 






SHARE:

13 comentários

  1. Boas dicas!
    Tento seguir cada uma delas todos os dias!
    Boa semana,
    Beijinho
    Cris

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim é que é Cris, temos que fazer um esforço para que assim seja. Mesmo quando a inspiração não está do nosso lado. :)

      Beijinhos

      Eliminar
  2. Achamos que todas as dicas são vitais. Concordamos com tudo. Tiveste brilhante!! :D

    ResponderEliminar
  3. Gostei muito Ana ! Realmente é preciso mesmo gostar e ter muita força de vontade ! Não podemos estar em tudo ao mesmo tempo . Não podemos ter um trabalho com n horas e depois ter psicologicamente capacidade de um blog ! Mas se quisermos muito nós conseguimos e eu sei que vais longe ! Cada um à sua maneira traça o seu caminho a sua estrada ! Gostei das palavras do texto da sinceridade e dos conselhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bonitas palavras Ana, muito obrigada! Tens razão, é algo que requer muita força de vontade e empenho para ir mais além. Tudo se consegue e é um desafio diário a nós mesmos! Keep going girl, gosto de te ler!

      Beijinhos

      Eliminar
  4. Acho que resumiste tudo muito bem, concordo com o que escreveste :)

    http://www.mykindofjoy.com/

    ResponderEliminar
  5. E eu precisava deste empurrão para voltar a escrever! Estava naquela de voltar ou não, mas depois do que li voltei. Obrigada!
    O texto está fantástico e se dúvidas existissem, estariam dissipadas, tu gostas do que fazes e isso vê-se.

    Beijinhos

    http://lifeworklive.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério? Que bom!!
      Por vezes só precisamos dessa pequena força para continuarmos. Há dias e dias e por vezes não nos sentimos inspirados. Não é porque não gostamos do que fazemos, é tudo à nossa volta que não quer colaborar. O engraçado é que é quem nos lê que muitas vezes nos inspira e isso é tão gratificante! :)

      Beijinho

      Eliminar
  6. Ana Serra Lobo, este post é bastante bom e inspirador, por vezes desanimo com o meu blog, porque quase nunca tem comentários ou gostos nos facebook, por vezes penso que tem alguma coisa de errado.
    Se puder ver o meu blog e dar a sua opinião agradecia imenso.

    http://www.comeragosto.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      Todos nós enquanto editores de um blog atravessamos fases de desânimo. É perfeitamente normal e é importante perceber que é isso mesmo: uma fase.

      Eu digo muitas vezes que até subirmos o primeiro degrau levamos muito tempo e é preciso dar tempo ao tempo. Ao início eu sentia-me exactamente assim.

      As redes sociais são as nossas melhores amigas se queremos divulgar o nosso trabalho. :)

      Continuação de bom trabalho e ânimo!

      Ana

      Eliminar

Blogger templates by pipdig