23 março 2016

Viagem a Amesterdão - Parte I

 Como já tinha dito no post anterior, vou relatar a minha experiência em Amesterdão em diferentes posts para não tornar o tema demasiado maçudo. Já me conhecem minimamente e sabem que digo o que há para dizer, sem rodeios ou falinhas mansas.

 Amesterdão não estava na minha lista dos cinco destinos mais desejados, não sei porquê mas não me despertava interesse. Quem queria muito conhecer esta cidade era o André e por isso marcámos a viagem ainda antes do Natal, foi um presente de aniversário para ele. Não estava com expectativas elevadas nem estava muito excitada nos dias que antecederam a viagem, sou sincera. Para além de não ser um destino que me dissesse alguma coisa, tinha uma outra agravante: Paris é sempre Paris e era difícil superar a viagem à cidade do amor. Foi há um ano atrás e ainda está bem presente na minha memória. Mas viajar é sempre maravilhoso e tirar uns dias para descansar a cabeça é essencial. Decidi dar uma oportunidade a Amesterdão e tentar aproveitar ao máximo.

 Optámos por voar com a Easyjet porque as experiências que eu e o André tínhamos tido até então tinham sido positivas. Mesmo pagando uma taxa extra de bagagem de porão (não consigo levar uma mala minúscula para 4 dias e o menino André aproveita-se sempre do espaço extra!) o bilhete fica muito mais barato. Partimos na quarta-feira, dia 16 de Março, no voo das 16h00. Chegámos a Amesterdão por volta das 20h (mais uma hora que o horário em Portugal) e tínhamos que nos deslocar até ao hotel. Fomos de táxi porque estávamos com alguma pressa e não podíamos estar sujeitos a períodos de espera na estação de comboios.

 DICAS DE TRANSPORTE (Aeroporto-Hotel-Aeroporto):

 - Se forem abordados por taxistas na zona de chegadas digam que não estão interessados. Afirmam que o serviço com eles fica mais barato mas, como sabemos, têm os seus esquemas para que o percurso seja mais longo. Existe uma zona de táxis oficiais e, se optarem por seguir de táxi, são esses que devem escolher. Reconhecem logo o sítio porque só se avistam taxistas engravatados e com carros Mercedes e Maserati. Juro que pensei que fossem carros e condutores da Uber mas depois vi o sinal que dizia "Taxi" e lá fiquei convencida. Desde o aeroporto até à zona central de Amesterdão pagámos 52€ de táxi.

 - Caso não estejam apertados de tempo (é o mais normal em viagens de lazer) aconselho vivamente que escolham o comboio como meio de transporte. Existem máquinas à saída do aeroporto onde podem comprar os vossos bilhetes e basta atravessarem a estrada e estão na estação do aeroporto. Existem comboios de 20 em 20 minutos e quase todos os comboios que partem da estação central de Amesterdão passam pelo aeroporto de Schiphol. Foi esta a forma de deslocação da cidade até ao aeroporto para a viagem de regresso e por dois bilhetes pagámos cerca de 10€.

ALOJAMENTO

 O nosso hotel era super central e isso facilitou-nos imenso a vida. Contudo, detestei o quarto que era muito pequeno e não fazia valer o dinheiro pago por noite. As pessoas eram amorosas e a casa tipicamente holandesa. Todas as casas típicas da zona central são pequenas e, como é óbvio, não têm elevadores. As escadas são íngremes e deixam qualquer um com vertigens mas ao fim de dois dias já estamos habituados. O dinheiro que pagámos pelo quarto (apesar de eu achar injusto por nem sequer ter vista para o canal) foi o dinheiro que poupámos em transportes. Era muito fácil chegar a qualquer sítio e estávamos a 5 minutos a pé da Dam Square, a praça principal. Afinal só íamos ao quarto dormir e por isso a questão do tamanho deixou de ser problema, lá me habituei.

 Preparem-se para andar a pé (Descansem! O terreno é plano e não vão ter subidas íngremes.) e levem na bagagem os vossos melhores ténis, no final vão agradecer. Não nos cansamos de andar na rua, apesar do frio, e todos os dias é uma conquista. Sim, rendi-me a Amesterdão.

(...continua...)


Estação central de Amesterdão


Canais e bicicletas é o que não falta por lá.


Royal Palace, situado na Dam Square que é a praça principal da cidade.


SHARE:

8 comentários

  1. Acredito que tenha sido uma viagem fantástica!
    Deve ser uma cidade muito bonita! :)
    Beijinho
    Cris

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma cidade muito bonita, sem dúvida. Não nos cansamos de andar na rua, mesmo com frio. ehehe

      Grande beijinho!

      Eliminar
  2. Ainda fiquei com mais vontade de conhecer! Estamos indecisos entre Amesterdão, Viena e Budapeste! =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ui, será uma escolha difícil então. :)
      Acho que qualquer uma será uma óptima escolha!

      Beijinhos

      Eliminar
  3. Obrigada pela partilha...hoje vou eu!

    http://despertarosonho.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sério? Que bom!
      Desejo-te uma boa viagem e que aproveites muito.

      Beijinho

      Eliminar
  4. Cada vez temos mais vontade de lá ir...
    Partilha mais que estamos a adorar! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hoje irei partilhar mais um post com umas dicas! :)

      Beijinhos

      Eliminar

Blogger templates by pipdig