20 outubro 2015

Tarte de Maçã Perfeita



 Com a chegada dos dias frios aumenta também a vontade de passar mais tempo na cozinha entre tachos e panelas, batedeira e formas. Eu pelo menos sou assim, principalmente naquelas tardes de Domingo com chuva. Sabe bem e é aconchegante cortar uma fatia de bolo ou tarte ainda a fumegar e aconchegar a alma com um chá quente. São estes pequenos prazeres que me fazem gostar tanto do Outono.
 No post da semana passada tinha pedido que me indicassem uma receita de tarte de maçã, daquelas mesmo boas. Apesar de não ser grande fã da famosa tarte de maçã, como uma fatia de vez em quando mas tenho outras preferidas. A querida Vânia partilhou a receita certa no dia certo. Domingo foi dia de testar a receita e dar-lhe um toque pessoal. Posso garantir que até eu fiquei fã de tarte de maçã e depois de sair do forno só durou duas horas e meia. Depois da primeira fatia...era uma vez uma tarte.
 Não é a tarte mais bonita e tem o seu aspecto tosco. Poderia ter saído uma daquelas tartes dignas de desenhos animados com a massa entrançada por cima. Mas não. Dediquei-me ao conteúdo e não ao aspecto final, que pode ser aprimorado ao longo do tempo. Ainda assim fiquei satisfeita por ter aquele aspecto típico de American Apple Pie.

 Espero que gostem tanto como eu e obrigada à Vânia pela partilha maravilhosa!

 Ingredientes:

 2 embalagens de massa quebrada (1 para forrar a tarteira e outra para a cobertura)
 4 maçãs para o recheio + 4 maçãs para a cobertura
 4 colheres de sopa de água
 2 colheres de chá de canela
 4 colheres de sopa de açúcar branco
 Açúcar mascavado para polvilhar a maçã e a massa quebrada da cobertura.

 Ligue o forno a 180º.
 Forre uma tarteira de fundo amovível com massa quebrada e com a ajuda de um garfo faça furos na massa para que o vapor da cozedura circule e esta não levante. (Nota: eu não tirei o papel vegetal que a massa traz, ajuda na hora de desenformar).
 Num tacho pequeno leve ao lume as 4 maçãs do recheio (usei maçãs médias) cortadas em pedaços pequenos, a água e o açúcar branco. Deixe cozinhar lentamente. A meio da cozedura junte canela a gosto (como gosto imenso coloquei duas colheres de chá). Quando estiver cozinhe triture a maçã até ficar em puré.
 Deite o puré na tarteira. Corte as restantes maçãs em fatias fininhas e disponha em circulo por cima do puré. Polvilhe com açúcar mascavado para dar uma textura mais crocante. Eu não juntei, mas se gostar de passas de uva pode colocar algumas entre o puré e as fatias de maçã.
 De seguida coloque a outra massa quebrada por cima das fatias de maçã de forma a fazer uma "tampa" para a tarte. Enrole a ponta da massa e junte à ponta da massa do fundo. Faça também uns furos na massa do topo e polvilhe com mais açúcar mascavado para dar um toque final mais doce ainda.

 Leve ao forno cerca de 50 minutos a 170º.

 Depois de provar não vai conseguir parar.



SHARE:

4 comentários

Blogger templates by pipdig