23 junho 2015

Abre os olhos e sê feliz

  Os olhos pedem descanso mas o meu coração pede para vir aqui, escrever-vos. É isso que me faz feliz e me reconforta a alma.
 Tenho tanto para dizer mas não sei bem por onde começar. Ou melhor, sei. Os agradecimentos, para mim, devem ser feitos em primeiro lugar, antes de tudo o resto. Uma das melhores coisas que o Anna me trouxe foram vocês. Vocês que estão aí desse lado e me visitam todos os dias, seja no blogger ou na página de facebook. Isto só faz sentido com vocês e sem isso o Anna não era nada. Conheço tanta gente boa, ainda que não seja "a sério", mesmo que seja virtualmente. Pessoas que me dão alento, encorajam e me animam, mesmo sem saberem. Pessoas que me dão tanto, pessoas essas a quem me dou e faço transparecer o melhor de mim. Aos que estão aqui todos os dias, àqueles que passam só de vez em quando e dizem adeus, mesmo aos que passam e atiram pedras. Obrigada por estarem aí e me fazerem tão feliz. Posso dizer à boca cheia que sou feliz, caramba!
 Quero agradecer todas as mensagens de coragem para a cirurgia oftalmológica e de preocupação na recuperação. Ainda estou na fase de recobro mas sinto-me maravilhosa. Quero contar em pormenor esta cirurgia pois poderá servir de incentivo a quem está com algum receio. Isso virá num outro post, mais específico.
 Na última consulta antes da cirurgia guardei a coragem no bolso e pela primeira vez deixei que o medo e o receio dessem o ar de sua graça. Foi aí que me explicaram cada passo, cada detalhe. Pensava que era só o laser e já estava. Não, havia cortes na retina. O corpo estremeceu ao imaginar um objecto estranho no meu olho capaz de provocar um corte. Por momento algum baixei as armas e fui com fé e determinação. Como em tudo aquilo que faço. O Atarax foi o meu melhor amigo e não me deixou pensar muito na questão. Dormi a noite de Sábado, a viagem até Faro e o regresso após a cirurgia.
 O momento que jamais me irei esquecer em toda a minha vida será aquele em que o médico retira o aparelho da cirurgia por cima da minha cara e eu consigo ver nitidamente as suas feições, os seus traços. Olho para o armário de medicamentos e consigo ler os seus nomes, mesmo ao longe. "Caraças pá! Então era mesmo verdade!". Fiquei feliz por correr tudo bem e não sair de lá com um look à Camões. Agora vejo tudo muito melhor e com um sabor especial.
 No dia a seguir à cirurgia fui trabalhar durante a manhã e hoje já abusei um pouco mais (até às 16h30). Mais um pequeno passo: hoje já conduzi o meu carro. A visão está muito nítida e tem apenas algumas quebras quando me excedo, por exemplo em frente ao computador e tento focar muito os objectos. Ontem fui à primeira consulta e os resultados não podiam ser mais animadores. "Nem parece que foi operada", disse o meu médico. Ultrapassei as expectativas de recuperação e a cicatrização está a decorrer dentro da normalidade.

 É nestas pequenas coisas que a nossa noção de felicidade se altera por completo. Quem sempre viu tudo nítido não é capaz de perceber o que aqui escrevo. Foi uma grande conquista para mim e estou a saboreá-la com muito gosto!

 Mais uma vez, obrigada pela vossa simpatia e carinho. Vocês são mesmo do melhor que existe neste Mundo e no outro.
SHARE:

2 comentários

Blogger templates by pipdig