08 junho 2015

A festa do 28º aniversário

 Se há coisa com a qual não tenho problemas é com a idade. Estou habituada a que me digam "deves ter 23 ou 24 anos" e também já me deram 35 anos (se eu não tivesse pintado os cabelos brancos no dia anterior deviam dar-me no mínimo 40!). O que é certo é que me dão sempre um desconto de 4 anos e eu fico feliz, pelo menos é melhor que nada.
 No passado dia 27 de Maio celebrei mais um aniversário. Decidi que este ano haveria de fazer algo especial e memorável, pelo menos para mim. Foi então que decidi fazer um lanche no fim-de-semana seguinte e juntar todos aqueles que mais amo. Quem me conhece minimamente sabe que gosto de celebrar e gosto de organizar  estas festinhas. Algumas das pessoas que me são mais queridas não puderam comparecer mas para o ano há mais festa e dessa não se livram!
 Como mulher perfeccionista que sou, decidi pôr as mãos na massa e ser eu a fazer todos os petiscos. Tudo não, a Focaccia ficou a cargo da minha Mãe e a massa fria de camarão. As mãos dela devem ter pózinhos mágicos e mesmo que eu siga a receita nunca tem o mesmo sabor.
 Foi uma correria, confesso. Deitar tarde e acordar cedo durante os dias que antecederam a festa não foi fácil. O cansaço acumulado do trabalho e o cansaço emocional que é preparar algo com gosto e que não falte nada dá uma canseira dos diabos.
 Só consegui relaxar quando os convidados chegaram e bebi o meu Gin. Um peso enorme saiu de cima dos meus ombros, estava tudo preparado e podia começar a festa!


Vestido Zara SS15 
 Sangria de espumante e frutos vermelhos de beber e chorar por mais!



Fotografia : Gui


Um amor de bolo, com massa de cenoura e noz e recheio de chocolate.
Mini-taças de mousse de lima (para o Pai que é diabético)


Melhor bolo de chocolate do Mundo (da minha Mãe) com cobertura de chocolate de leite e morangos.
Não provei, os mais pequenos afirmaram que era delicioso.


Aquilo que desaparece ao fim de 5 minutos : Focaccia de chouriço e azeitonas pretas.


Trouxas de massa filo, queijo de cabra e mel


O Gin não podia faltar e por isso reservei um espaço na mesa para os apreciadores de Gin, tal como eu.



O jarro mais querido (comprei o ano passado na Casa) com a melhor limonada de todas: made by Bimby.


Tarte folhada de atum, tomate e alho-francês.


Tábua de queijos. 


A famosa tapa do mar já conhecida em todas as minhas festas e uma recente descoberta que nomeei como "delicia de chouriço". É uma delícia e foi uma seguidora que me deu a receita. Obrigada, foi um sucesso e desapareceu em menos de nada!



O culminar de um dia maravilhoso. Um lanche que virou jantar (graças a Deus que sou prevenida) e foi bom ter tanta gente boa à minha volta.

Para o ano há mais!




SHARE:

6 comentários

  1. Estava tudo muito bonito e com muito bom aspecto!
    Cris

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada Cris!! :)
      Estava tudo óptimo e com outro sabor, por ser homemade.

      Beijinho,
      Ana

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Que querida Bárbara, muito obrigada!

      Beijinhos,
      Ana

      Eliminar
  3. E eu a ver isto quase à hora de almoço!!!! Agora tenho um buraco no estômago!! Sugestão para próximos posts: partilhar as receitinhas ;) (a tapa do mar é a da Bimby, certo? Mas mais passada... É que lá em casa serve-nos de jantar nos dias muito quentes!)

    ResponderEliminar
  4. Vou partilhar algumas delas sim, Ana! Estas e outras, perfeitas para os dias quentes. Alguma até soluções bastante práticas para levar na marmita.
    A tapa do mar é da nossa amiga Bimby, também adoro picar os ingredientes mais grossos e fazer tipo salada. Bem, já tenho água na boca! Agora devorava isso tudo! ehehe

    Beijinhos

    ResponderEliminar

Blogger templates by pipdig