08 maio 2015

Manual de sobrevivência para a época de casamentos *O vestido*

  Chegou o mês de Maio e começa a loucura dos casamentos. Desde Maio até Setembro é uma roda viva, são os meses ideais para dar o nó porque o bom tempo está garantido (à partida!). Já recebi algumas mensagens com questões sobre este tema e sei que existem sempre muitas dúvidas quando chega a hora de escolher o vestido. Sabemos que tem que ser fabuloso e que tem que assentar como uma luva.

 No preciso momento em que recebemos um convite de casamento e ficamos extasiados pela felicidade daqueles que nos são queridos, começa o drama, o horror, a tragédia!
 O que vou levar?
 Vou ter que gastar dinheiro?
 Escolho primeiro o vestido ou os sapatos?
 Quanto tempo antes devo procurar pelo vestido?

Eis algumas dúvidas existenciais que assombram qualquer Mulher que é convidada para um casamento. Vamos por partes e vou ajudar-vos a solucionar o vosso problema (pelo menos vou tentar).

É mesmo necessário comprar um vestido?

Claro que não. Não é vergonha nenhuma levar o mesmo vestido a dois casamentos. Existem formas diferentes de o conjugar e se os convidados do casamento para o qual está convidada nada têm a ver com o outro casamento onde usou esse vestido melhor ainda! Mude os acessórios, a cor dos sapatos e da clutch e tem um look completamente diferente do anterior. Outra solução para não gastar dinheiro num vestido que acha que vai usar apenas uma vez é pedir emprestado à sua irmã, prima ou amiga.

Tenho mesmo de comprar um novo vestido. Com quanto tempo de antecedência o devo fazer?

 Eu sugiro sempre um mês de antecedência. Há quem ache muito tempo e guarde tudo para a última semana, correndo o risco de alguma coisa correr mal e o vestido escolhido ser uma escolha involuntária.
 O timing perfeito serão duas semanas para procurar o vestido que pretende e as outras duas semanas para eventuais arranjos de costura que sejam precisos. Utilizo sempre esta estratégia e correu sempre tudo às mil maravilhas.

Escolho primeiro o vestido ou os sapatos?

 É uma decisão que cabe a cada pessoa. Se diariamente eu escolho muitos looks a partir dos sapatos, para cerimonias especiais escolho sempre primeiro o vestido. O vestido deve ser a peça central e é o que vai chamar mais a atenção e por isso deve ser muito bem escolhido. Depois de decidir que modelo usar e a cor do vestido pode começar a pensar nos sapatos e acessórios e no tipo de penteado a usar.

Onde devo procurar o vestido perfeito?

 Escusado será dizer que se optar por comprar o seu vestido numa Zara ou Mango arrisca-se a ter sósias na festa. São lojas onde muitas pessoas compram artigos e por isso a probabilidade de repetição de vestido é gigante. Opte por lojas específicas com vestidos de cerimónia e tente perceber onde é que a noiva escolheu o seu vestido, se tiver confiança com a pessoa. Se a loja vender vestidos para os convidados é provável que as irmãs, Mãe e primas optem por modelos dessa loja. Não vai querer usar um vestido igual a uma familiar da noiva.

 Que modelo escolher?

 Depende de vários factores: local da cerimónia, local da festa e hora da cerimónia.
 Se a carimónia se realizar da parte da manhã e até meio da tarde opte por modelos de vestido curtos (até ao joelho).
 Se a cerimónia for a partir das 17h e se prolongar pela noite dentro pode optar por modelos curtos e vestidos longos.
 Cerimónia na praia - Quando o enlace se dá na praia pode usar vestidos fluídos compridos ou jumpsuits com modelo de perna largo tipo pantalonas. Se optar por um vestido curto não se esqueça de não ser esvoaçante, deve ser mais justo. Praia é sinónimo de vento e não vai querer que se veja mais do que é preciso.
 Casamento na cidade - Dependendo do modelo que escolher pode apostar em brilhos, desde que não sejam excessivos. Não vai querer parecer a bola de espelhos da pista de dança.
 Casamento no campo - Evite ao máximo os brilhos e aposte em padrões florais. Substitua os brilhos por apontamentos em renda. Para este tipo de casamentos prefiro sempre cores pastel.
 Não esquecer que quando o casamento se realiza na Igreja deve ter uma écharpe ou um casaco pequeno para cobrir os ombros e os braços durante a cerimónia religiosa.


 Coisas a evitar na hora de escolher o vestido e acessórios:

 - Nunca opte por vestidos de cor preta ou branca. O branco é óbvio: só deve haver uma pessoa a usar branco/champagne/pérola no casamento, a Noiva. Quanto ao preto, apesar de ser uma amante de outfits pretos no dia-a-dia, nunca uso esta cor em casamentos. É um dia de alegria e por isso opte por cores alegres e deixe as cores escuras de lado.
 - O casamento não é uma competição de quem vai mais despida. Há meninas que gostam de abusar neste dia e usam micro-vestidos para chamar a atenção. Ponto nº1: Quem tem que chamar a atenção é a noiva. Ponto nº2: A elegância não se vê no vestido mas sim na pessoa que o usa. Mesmo que seja a pessoa mais elegante no casamento, se usar um mini-vestido com um decote maxi vai deitar toda a sua elegância por terra.
 - Não escolha um vestido que viu na Vogue e está super na moda. Escolha um vestido que tenha a ver consigo e com a sua maneira de ser. Se eu escolhesse um vestido amarelo para um casamento as pessoas que me conhecem bem pensariam que tinha bebido antes de o escolher. Se não gosto de amarelo não vou usar porque é uma cor da moda. Não seria eu e não me iria sentir bem e isso notar-se-ia automaticamente na minha postura.
- Quanto aos acessórios, não se esqueça da velha máxima de que menos é mais. Se optar por um vestido repleto de lantejoulas esqueça os acessórios. Use uns brincos o mais simples que encontrar e já está.
 Por ir a uma festa não quer dizer que tenha que parecer uma árvore de Natal com pulseiras até ao cotovelo, anéis em cada dedo da mão e brincos que parecem espanta-espíritos.
 - Conjugue acessórios e esqueça looks monocromáticos. Se leva um vestido azul cobalto não precisa comprar sandálias azul cobalto, clutch azul cobalto e brincos azul cobalto. Jogue com as cores e arrisque. Ah, e também não precisa combinar a clutch com a cor das sandálias. Isso já era meninas!





A única excepção que eu abriria para a regra "nada de preto e branco!"





SHARE:

2 comentários

Blogger templates by pipdig