20 fevereiro 2015

Quando as nossas escolhas nos tramam

 As sextas-feiras têm tudo para correr bem. É o dia que antecede o tão esperado fim-de-semana e aquele dia em que a nossa produtividade está a meio gás. No meu caso, as segundas têm a fama mas quem tem o proveito são as sextas. Normalmente é sempre à sexta-feira que acontece alguma coisa e é o dia mais complicado no que toca ao trabalho.
 Hoje o dia não começou da melhor forma. Estava indecisa entre dois tipos de sapatos: sabrinas ou salto alto. O facto de haver dois pares de sabrinas e um par de saltos altos deixava adivinhar quem iria ganhar esta luta. Sim, foram as sabrinas prateadas que ganharam. E não, não foi uma boa escolha.
 Existe o eterno trauma com os saltos: "Ai credo como consegues andar com isso?" ou então "se cais de cima desses saltos partes uma perna rapariga". Nunca tive más experiências com saltos altos e o mesmo não poderei dizer das sabrinas.
 Hoje quando entrei na empresa, fresca e fofa, estava confortável com a minha escolha e nada fazia prever que o dia iria correr mal. Bastaram meia dúzia de passos para dar um jeito ao pé e magoar a sério o tornozelo. A grande questão que se impõe: teria eu magoado o pé com saltos altos? Muito provavelmente não. Portanto, esta sexta-feira tem tudo para correr bem. Hell yeah!



Sabrinas nude | SuiteBlanco
Sapatos de salto | SuiteBlanco
Sabrinas prateadas | Primark


SHARE:

2 comentários

  1. Pois... se fosses de saltos não andavas tão descontraída, that's why! Como para mim só uso saltos muitos raramente, as sabrinas seriam sempre a melhor escolha. Espero que não seja grave. As melhoras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O problema é que as sabrinas são totalmente rasas e isso faz com que haja maior pressão sobre a parte de trás do pé. Lixei-me com F grande.

      Já coloquei gel frio dos desportistas e já estou melhor! :)

      Beijinhos e bom fim-de-semana.

      Eliminar

Blogger templates by pipdig