27 janeiro 2015

Missão *Bikini 2015* - 10 truques para perder peso sem dieta

 O título é sugestivo depois de quase dois meses de verdadeira desbunda, certo? Os truques que eu hoje vos falo podem servir para perda de peso ou para manutenção. O que vai variar é a regularidade e intensidade com que fazem exercício físico.
 Eu sou magra, sempre fui. A genética foi generosa comigo mas as pessoas muito pouco. Sempre ouvi comentários desagradáveis por ser magra mas isso nunca me deitou abaixo. É comum ouvir alguém dizer "Fazes alimentação saudável para quê? Só se for para passares entre os pingos da chuva sem te molhares!". É aí que o sangue começa a ferver e o meu cérebro procura explicações para tamanha burrice e falta de conhecimento. Lá por não ter excesso de gordura não quer dizer que não possa praticar uma alimentação saudável e fazer exercício físico. Aliás, todos o deveriam fazer em prol da sua saúde e bem estar: magros, gordos, crianças, adultos, idosos. Portanto quem é abençoado pela genética pode muito bem seguir estas regras que hoje vos falo para uma questão de manutenção de peso, como é o meu caso. Para quem quer realmente ver-se livre de alguns Quilos indesejados tem que adequar estas regras a uma prática mais intensiva de exercício físico para garantir resultados.
 Por norma associamos a perda de peso a dietas loucas, aquelas que nos tiram a vontade de fazer o que quer que seja, excepto comer. É aí que reside o grande problema das dietas e o fator número um para se desistir: ter de se privar de muitos alimentos levam as pessoas a ter um desejo incontrolável de os comer.

1. Ter uma alimentação saudável

 O truque prende-se em comer mais vezes ao dia e mais alimentos saudáveis. Fazer apenas três refeições por dia faz com que todas as calorias ingeridas nessas refeições sejam automaticamente sugadas para o nosso organismo. Fora das refeições opte por comer fruta, legumes crus (a cenoura é óptima) e cereais. São alimentos ricos em fibra que nos ajudam a saciar a nossa vontade de comer aquilo que não devemos.

2. A água como fonte de vida

 O nosso organismo é composto por muita água e todos os dias temos que repor os líquidos que perdemos. O mínimo aceitável é beber 1,5l de água por dia mas se conseguir beber 2lt está no bom caminho. Para além de fazer bem ao nosso organismo, ajuda os nossos órgãos a funcionar na perfeição e é o aliado número um da nossa pele. Alguns truques para o ajudar a beber mais água:
 - se passa o dia de um lado para o outro use uma mala grande e coloque lá dentro uma garrafa de 1,5l. À medida que vai bebendo a água vai sentindo a sua mala mais leve.
 - Utilize 3 garrafas de 0,5l : uma para a manhã, uma para a tarde e outra para beber em casa ao final do dia. O tamanho da garrafa de 1,5lt assusta muitas pessoas.
 - Se está sentado a uma secretária coloque a garrafa de água ao alcance da sua vista para não se desculpar com a célebre frase "esqueço-me de beber água!".

3. Almoço e Jantar: coma tudo mas pouco

 Se passarmos um dia inteiro sem comer nada é lógico que vamos chegar às principais refeições e vamos comer tudo aquilo que nos aparecer à frente. Devemos comer tudo mas com moderação. Comece sempre a sua refeição com sopa. Pode ir variando entre purés de legumes e sopas mais consistentes, como por exemplo feijão e espinafres. A sopa ajuda a aconchegar o estômago e muitas vezes ficamos com pouco apetite para o segundo prato. Vamos aproveitar a ajuda que a sopa nos dá e não vamos encher o estômago só porque sim. Utilize um prato de sobremesa para o prato principal: porção de peixe ou carne, salada sempre e variada e uma colher de arroz ou massa. Coma fruta fora das refeições, deve ingerir fruta por dia mas ninguém lhe diz que tem que ser obrigatoriamente à refeição.

4. Seis refeições por dia

 Quem me conhece sabe que estou sempre a comer. É esse o meu segredo para conseguir manter o mesmo peso há tantos anos. Faço no mínimo seis refeições por dia: pequeno-almoço, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, lanche do final da tarde e jantar. Opto sempre por levar o meu lanche de casa porque assim evito de me babar para cima da montra dos bolos do refeitório da empresa. ou pedir uma sandes de queijo e chouriço (sim, sou alentejana e as sandes levam tudo aquilo a que tenho direito). Não tem que comer sempre a mesma coisa, faça uma ementa semanal e vá variando. Evite aquilo que sabemos que faz mal: batatas fritas, bolos , refrigerantes, enchidos, pão branco, e fritos.

 As minhas refeições de hoje:

 Pequeno-almoço: Pão de sementes com manteiga e Galão (se me porto tão bem não vai ser a manteiga que vai estragar tudo)
 Lanche da manhã: uma mão cheia de mistura de frutos secos (dá energia e aconchega o estômago)
 Almoço: Sopa de Espinafres, Dourada Grelhada com batata cozida e salada iceberg com rúcula
 Lanche da tarde: uma laranja, duas tostas tipo suecas
 Lanche do final da tarde: Gelatina de morango
 Antes de jantar: Maça verde
 Jantar: Sopa de Legumes, Frango assado com salada (prato de sobremesa)

 E agora vocês perguntam: E não ficas com fome por comer num prato de sobremesa? Não, fico bem. Não há nada melhor que acabar uma refeição com a sensação de satisfação mas sem estar empanturrada de comida até ao pescoço. Não me privo de nada (tento comer menos fritos e bolos) e como de tudo um pouco.

5. Será fome real ou emocional?

 Quantas vezes não lhe apeteceu deitar abaixo um pacote de gomas ou de batatas fritas quando o seu dia no trabalho não correu bem? Alguns alimentos são ingeridos para nos ajudarem a combater determinadas situações de stress (o chocolate é o melhor amigo das mulheres naqueles dias difíceis). Há formas mais saudáveis de lidar com o stress: vingue-se no exercícios físico por exemplo.

6. Exercício físico todos os dias!

 É bom sair do trabalho e alampar o rabinho no sofá não é? Se quer perder peso deixe-se disso. Eu não sou fã de ginásios, já estive inscrita e já sei os exercícios que devo fazer. Prefiro fazer exercício ao meu ritmo e às horas que eu posso sem ter que levar com comentários do género "ela está tão bem assim que não sei o que é que anda a fazer num ginásio". Tretas!
 Todos os dias faço exercício nem que seja em casa: abdominais e exercícios para os glúteos. Quando tenho oportunidade gosto de fazer caminhadas e corridas. Isto é o que me basta para manter o meu peso. Se quiser perder peso vai ter que puxar mais por si. Se tiver oportunidade de se inscrever no ginásio deve fazê-lo para ter outro tipo de orientação. Vá com as suas amigas para a rua e corra, acompanhada custa sempre menos.

7. Elimine maus hábitos

 Ao longo da nossa vida adquirimos maus hábitos que podem ser prejudiciais na nossa luta contra a perda/manutenção de peso. Falo por exemplo do tabaco, da ingestão de bebidas alcoólicas e da ingestão em excesso de açúcares. Se não está disposto a abdicar destes hábitos então a sua luta vai demorar 3 anos ao invés de demorar apenas 1, por exemplo.

8. Dê sabor aos seus pratos e reduza no sal

 Português que é português tem mão pesada para o sal. Se nos apresentam algo sem sal é quase como que uma ofensa ao nosso paladar. É uma questão de hábito, eu cozinho com muito pouco sal e já me habituei. Existem outras formas de dar sabor aos seus pratos, como por exemplo com as especiarias e ervas aromáticas. O excesso de sal pode trazer complicações à sua saúde: problemas cardíacos e hipertensão.

9. Durma descansado

 O descanso é fundamental a todas as partes do nosso corpo. Está cientificamente provado que quem dorme menos de 7 horas por noite tem tendência a ganhar peso. Por norma esse aumento de peso como consequência da privação do sono tem maior incidência na zona abdominal.

10. Pensamento positivo, SEMPRE!

 Começar um estilo de vida saudável com o pensamento "isto não vai dar em nada, não vou conseguir" é meio caminho andado para falhar. Pense que está a fazer isto por si, só por si e pela sua auto-estima. Acreditem que não há melhor recompensa do que ver os resultados do nosso esforço e dedicação. Seja confiante, acredite em si e de certeza que vai conseguir resultados positivos.

Então, estão comigo nesta missão "bikini 2015"? Não custa nada e no Verão vão ter orgulho em vocês. Acredito que seja mais fácil se nos conseguirmos motivar umas às outras nesta nossa missão até ao Verão. Assim, sugiro que partilhem as vossas receitas saudáveis e progressos no Instagram ou Facebook com a hashtag #2015bikini. Conto com vocês meninas?

 Agradeço ao Nuno Remanga por me ter ajudado a estruturar as dicas para vocês, quando percebemos pouco do assunto torna-se difícil.  Obrigada!





SHARE:

Sem comentários

Enviar um comentário

Blogger templates by pipdig