01 dezembro 2014

Receita do mês #1 *Tarte de pastel de nata*

 Hoje vamos inaugurar uma nova rubrica no *Blog da Anna* e prometo que vão ficar a babar desse lado. Uma vez por mês trago uma receita (uma vez por mês porque isto não é um blog de culinária e eu não sou uma cozinheira assim tão prendada) que, regra geral, sai sempre bem. Sim, mesmo quem tenha pavor dos tachos, batedeira e forno vai conseguir ser bem sucedido.
 Como "eu é mais bolos" decidi inaugurar a rubrica com a receita de um doce tipicamente português. Acho que nunca falei com alguém que me dissesse que não gostava de pastel de nata, um dos maiores tesouros da nossa gastronomia. Melhor que uma caixa com meia dúzia de pastéis só um pastel de nata gigante, é ou não é? Já tinha experimentado uma receita que não correu muito bem mas não foi por isso que desisti de procurar a "tal" receita. Posso dizer que é o mais parecido que comi ao pastel de belém e ainda por cima em tamanho XL. Posso dar-vos uma dica grátis para além da receita desta maravilha: no dia seguinte está muito melhor, a massa está mais estaladiça como nos pastéis de belém. Se quiserem oferecer aos vossos convidados no almoço de Sábado façam esta tarde na noite anterior. Fica delicioso.

 Ingredientes:

 1/2 litro de leite
 250 gr de açúcar
 2 colheres de sopa de Maizena (bem cheias)
 casca de um limão
 2 paus de canela
 6 gemas
 Massa folhada

 Aqueça o forno a 180 graus.
 Forre uma tarteira de fundo amovível com a massa folhada (não retire o papel vegetal, vai ajudá-lo na hora de desenformar).
 Coloque todos os ingredientes num tacho, excepto as gemas, e leve ao lume até engrossar. Depois de estar espesso retire do lume e deixe arrefecer. Deite as gemas e leve novamente ao lume.
 Retire os paus de canela e a casca do limão e deite o preparado na tarteira. Dobre as extremidades da massa folhada de modo a criar um rebordo. Aconselho a cortar as pontas maiores do papel vegetal para não queimar no forno.
 Leve ao forno cerca de 30 minutos ou até começar a ficar com aquelas manchas mais escuras, típicas do pastel de nata.

 Bom apetite!





SHARE:

2 comentários

  1. Não sou muito fã de pastéis de nata mas nesse até dava uma trinca! :P Parece delicioso!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu fiquei durante muitos anos sem comer pastéis de nata por uma má experiência mas quando partilharam comigo esta receita arrisquei. É tão bom Catarina! É sucesso garantido nos jantares e festas ;)

      Beijinhos

      Eliminar

Blogger templates by pipdig