12 dezembro 2014

Azul sobre ouro - (Dica para cabelos loiros)

 Sempre tive nuances loiras no meu cabelo, ao ponto de perguntarem à minha Mãe quando eu tinha 5 anos se ela ia comigo ao cabeleireiro para me fazerem madeixas. Talvez fosse um pouco cedo para começar a agredir o cabelo, digo eu. Muitas das pessoas não acreditam que o meu cabelo é castanho claro porque as minhas sobrancelhas são escuras e isso implica que o cabelo também o seja. Não é bem assim.
 Aos 16 anos comecei a ser vaidosa e a olhar para o cabelo de maneira diferente. Comecei a fazer meia dúzia de madeixas e fui aumentando gradualmente para o choque não ser tão grande. A partir do momento que começamos a fazer coloração no nosso cabelo temos que passar para um tratamento intensivo de hidratação. São produtos com muitos químicos e a verdade é que agridem o nosso cabelo. Se não lhe dermos o cuidado necessário ao fim de algum tempo começa a ficar com um aspecto feio e áspero. Quem opta por tons claros tem que ter o dobro dos cuidados porque a maior parte dos cabeleireiros opta pela descoloração e isso é veneno para os nosso cabelos. Para agravar ao uso prolongado de químicos não nos podemos esquecer das agressões diárias da escova (parte os fios) e do secador que deixa o cabelo ressequido.
 Depois de algumas lavagens as cores começam a alterar-se, esta situação deve-se em grande parte ao uso incorrecto de champôs. Quem tem o cabelo loiro sabe que sai do cabeleireiro com um loiro champagne super giro e passadas duas semanas começa a ficar amarelo tipo palha. Não é bonito pois não? Mas eu encontrei a solução para este grande mal das meninas loiras e vou partilhar com vocês.
 A Marisa, a minha cabeleireira, está sempre a lembrar-me que é importante a hidratação em casa para dar ao cabelo um aspecto saudável. Recomendou-me uma máscara azul para cortar os tons amarelos do cabelo loiro. A primeira vez que experimentei fiquei boquiaberta a olhar para o estado da minha banheira depois do banho. Mais parecia um campo de batalha de smurfs e não foi bonito de limpar. Mas o resultado foi absolutamente extraordinário. Para além de deixar a cor do cabelo muito mais natural é um excelente hidratante. Posso mesmo arriscar a dizer que foi a máscara mais hidratante que alguma vez usei. O cabelo fica muito macio e solto, aquilo que todas nós queremos. Ter descoberto esta máscara foi quase como descobrir a pólvora. O cabelo fica tão macio que eu até tenho prazer em esticar o cabelo em casa (secador e escova) e já não fico com as dores nos braços que ficava. Como devem calcular não é fácil esticar um cabelo tão forte como o meu. É o melhor produto dos últimos tempos e está disponível em cabeleireiros.




É esta a cor final da vossa banheira mas acreditem que vale a pena.


Aqui fica uma fotografia minha com 5 anos. Esta é a cor natural do meu cabelo.
SHARE:

2 comentários

  1. Eu também era loirinha, meu cabelo é natural castanho claro. Aos 18 anos pintei de loiro, mas só estive assim uns anos, prefiro ver-me de preto :)


    tarasemanias.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu comecei a ficar mais loira a partir dos 16 e aos 24 decidi experimentar o castanho escuro. Ainda hoje quando vejo fotografias dessa altura me pergunto como fui capaz de uma mudança tão grande. ;)

      Mas o cabelo preto fica-lhe muito bem!

      Beijinho,
      Ana

      Eliminar

Blogger templates by pipdig